Estudantes estão faltando aulas na escola para usar drogas em praça de Gravatá

Por Cristiano 11/05/2018 - 14:28 hs

Um leitor, que prefere não ser identificado, relatou uma denúncia grave sob o uso de entorpecentes em duas das principais praças públicas de Gravatá, no Agreste.

Segundo o leitor, alunos da rede pública estariam matando aulas e se juntado em grupos para fazer consumo de entorpecentes nas praças Rodolfo de Moraes e Pedro Joaquim de Souza (Praça 10).

Ainda de acordo com o denunciante, eventualmente os jovens estariam se embriagando antes de voltar para casa. Preocupado com a vulnerabilidade dos jovens, o leitor solicita que a Polícia Militar e o Conselho Tutelar marquem ainda mais presença entre as 13 às 18 horas nas referidas praças coibir a prática.

O leitor reconhece os esforços da polícia e do conselho tutelar, mas entende que é preciso fazer muito mais:

“Já vi pessoas desconhecidas se aproximando dos grupos e oferecendo drogas. Já vi jovens usando maconha, bebidas alcóolicas. Sei que não vai poder resolver isso sozinho, mas precisamos salvar esses jovens”,disse