Vítima de ataque de tubarão em Piedade está em estado grave

Por Cristiano 16/04/2018 - 13:25 hs

O homem atacado por um tubarão na tarde deste domingo (15), enquanto tomava banho de mar na Praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, se encontra internado em estado grave no Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Pablo Diego Inácio de Melo, de 34 anos, teve lesões graves nos dois braços e a perna direita amputada. Ele foi operado pela equipe de traumatologia e cirurgia vascular e seguiu para a unidade de terapia intensiva (UTI) do HR. O procedimento durou aproximadamente quatro horas.

Devido ao grau dos ferimentos, a perna direita foi amputada. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), ele respira com a ajuda de aparelhos e faz uso de drogas vasoativas para manter a pressão arterial.

Outro banhista que estava no local filmou a ação. Ele contou que a maré estava cheia e que tentou avisar à vitima quando viu a barbatana do tubarão, mas não deu tempo de evitar o ataque. Já na areia da praia, sendo atendido pelo Corpo de Bombeiros, Pablo aparece com graves ferimentos nas duas pernas e na mão direita, muito ensanguentado e com respiração ofegante. O Corpo de Bombeiros foi acionado às 14h40 por banhistas e socorreu a vítima de helicóptero.

O potiguar é a 64ª vítima de ataque de tubarão nas praias de Pernambuco. Ele teve ferimentos nos membros superiores e no inferior direito, justamente no dia da semana em que mais incidentes deste tipo acontecem, segundo o levantamento do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões, atualizado em 27 de fevereiro de 2018.

Por localidade, o último caso foi exatamente na área onde ocorre mais ataques de tubarão: a altura da igrejinha de Piedade soma 11 vítimas. O segundo lugar, com sete ataques, é Acaiaca, em Boa Viagem, e em terceiro, com seis, são locais sem registro. Jaboatão é também o segundo município pernambucano onde os registros são mais elevados, totalizando 22 casos. Recife fica em primeiro, com 27, e o Cabo de Santo Agostinho em terceiro, com seis.

A última morte registrada em Pernambuco por ataque de tubarão foi em 2013. Na ocasião, a turista paulista Bruna Gobbi foi atacada na altura do Acaiaca, em Boa Viagem.