Cai o número de acidentes, mortos e feridos nas rodovias federais em Pernambuco em 2017

No ano passado, a PRF registrou 3.435 acidentes, 343 pessoas mortas e 3.086 feridos nas estradas federais que cortam o estado, estatísticas menores que as contabilizadas em 2016.

Por Cristiano 20/01/2018 - 08:18 hs

 Cai o número de acidentes, mortos e feridos nas rodovias federais em Pernambuco em 2017
Em 2017, a PRF fiscalizou 227.857 veículos e 235.467 pessoas (Foto: Polícia Rodoviária Federal)

As rodovias federais que cortam Pernambuco foram cenário de 3.435 acidentes ao longo de 2017. Durante o ano passado, os acidentes ocorridos nas estradas federais no estado resultaram em 343 pessoas mortas e em 3.086 feridos. Os dados, que foram divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta sexta-feira (19), são todos menores que os registrados em 2016.

Em comparação com os dados de 2016, os números apresentam redução de 11,3% na quantidade de mortes, de 5,4% na de acidentes e de 1,9% na de feridos. Naquele ano, foram contabilizados 3.634 acidentes, com 3.146 pessoas feridas e 387 vítimas fatais nas rodovias federais em Pernambuco.

Com relação a 2017, a principal causa dos acidentes nas estradas federais que cortam o estado foi a falta de atenção, tanto pelos motoristas na direção do veículo como pelos pedestres ao atravessarem as rodovias, correspondendo a 43% do total. Em seguida, aparecem a ingestão de álcool, com 8,2%, e não guardar distância de segurança, que ocorre quando o veículo fica muito próximo do que segue à frente e não consegue frear a tempo de evitar uma colisão, com 7,2%.

As mortes ocorridas em rodovias federais no estado no ano de 2017 foram provocadas, principalmente, por colisões frontais (23,6% do total), seguidas por atropelamentos de pedestres (20,9%), e por colisões transversais (10,7%). Os homens foram 85% das vítimas mortas em estradas federais em Pernambuco.

Em conjunto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), 62 vítimas de acidente foram resgatadas pela Base de Operações Aéreas da PRF, que realizou 172 missões, entre janeiro e dezembro de 2017. Também no mesmo período, a Polícia Rodoviária Federal recuperou 276 veículos, apreendeu 42 armas, 807 munições e 1,1 milhão de maços de cigarro.

Ainda sobre o combate ao crime nas estradas federais em Pernambuco, a PRF prendeu 403 pessoas por diversos crimes, como roubo, receptação, porte ilegal de arma, contrabando e tráfico de entorpecentes. Em 2017, também foram resgatados 109 animais silvestres e retirados 1.101 animais de grande porte das rodovias que cortam o estado.

Outras estatísticas

A PRF também informou que, ao longo de 2017, foram fiscalizados 227.857 veículos e 235.467 pessoas, com a emissão de 143.128 autuações por diversas infrações ao Código de Trânsito Brasileiro. Entre elas, destacam-se 5.190 pela falta do cinto de segurança, 5.179 por ultrapassagens indevidas, 636 pela ausência de capacete e 454 pelo não uso da cadeirinha.

Ao todo, foram realizados no ano passado 80.113 testes com o bafômetro, que resultaram na autuação de 1.751 motoristas, além da prisão de 160 condutores que estavam sob efeito de álcool. Também em 2017, os radares registraram 31.845 imagens de veículos com excesso de velocidade.